A arte do Tai Chi Chuan

O Tai Chi pode ser considerado uma arte de comunhão com a sabedoria da natureza. O corpo se move em uma pulsação rítmica com expressões suaves e circulares. Do início à conclusão de cada movimento, corpo e mente operam em concordância com o ritmo cósmico: yin e yang, recolhimento e expansão, descida e subida, inspiração e expiração.

Integrar-se ao fluxo da vida depende do abandono dos tensionamentos físicos e resistências mentais, bem como do cultivo de uma mente sensível às sutilezas do próprio corpo. Essa é a proposta do Tai Chi Chuan para a realização da harmonia.

Marco Moura, professor de Tai Chi Chuan no Templo Tzong Kwan (Vila Mariana, São Paulo), oferece neste site dicas, curiosidades e estudos sobre a prática e filosofia do Tai Chi.